100%
27.4.2020

7 ações inovadoras das cidades brasileiras no combate ao coronavírus

Neste artigo selecionamos 7 ações inovadoras que as cidades estão adotando para combater o coronavírus.

Durante a pandemia, diversas cidades estão inovando no combate ao coronavírus e atuando para amenizar as consequências causadas pela quarentena e pelo distanciamento social.

Como vocês já sabem, aqui no Colab nós amamos duas coisas: Inovação e Gestão Pública.

Por isso, reunimos neste artigo as 7 melhores ações das prefeituras no combate ao coronavírus.

1. Programa Merenda em casa - Santo André (SP)

A Prefeitura de Santo André paralisou as aulas presenciais devido à quarentena, mas não se esqueceu que mesmo sem poder ir à escola, os alunos da rede pública ainda precisam da merenda.

Por isso, eles resolveram entregar um kit de alimentos na casa de cada um dos 41 mil alunos matriculados na rede pública municipal.

Como a higiene é a maior forma de prevenção ao contágio (além do distanciamento social, é claro!), a prefeitura entregou também um kit de limpeza às famílias dos alunos.

Para saber mais sobre essa ação, clique aqui.

2. Aplicativo Movimenta Recife - Recife (PE)

Ficar dentro de casa por causa do distanciamento social não é motivo para sedentarismo, nem impede que façamos exercícios físicos. 

Para ajudar a população a não ficar parada durante esse período, a prefeitura desenvolveu o aplicativo Movimenta Recife, que possui videoaulas de ginástica e dança, que vão desde o nível básico até o avançado.

O app gratuito é um grande sucesso não só no Recife, mas no mundo todo. Com mais de 12 mil downloads e uma nota de 4,7 na PlayStore, ele foi baixado até em países como a Bélgica e a Áustria.

A cidade ainda conta com mais 186 ações voltadas ao combate contra o Covid-19. Para conferir mais algumas, clique aqui.

3. Polo de combate ao Covid-19 - Mesquita (RJ)

Localizada na baixada fluminense, a cidade de Mesquita foi a primeira a inaugurar um polo de combate ao coronavírus no estado do Rio de Janeiro.

Com capacidade para atender 200 pacientes por dia, o polo iniciou suas atividades no dia 23 de março, em uma parceria entre a Prefeitura de Mesquita e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). 

O espaço que é constantemente higienizado, com 10 profissionais de saúde, entre médicos e enfermeiros. 

Os pacientes passam por uma classificação de risco e são direcionados para o atendimento médico. Logo após a consulta, ainda recebem no local os medicamentos prescritos na consulta. 

Eles passam a ser monitorados e acompanhados pelas equipes de saúde, que entram em contato por telefone para saber se os sintomas persistem ou se já estão curados.

Você confere mais detalhes sobre este equipamento clicando aqui.

Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4. Informação e Transparência através de hotsite - Angra dos Reis (RJ)

Além de investir recursos em desinfecção de locais com grande circulação de pessoas e transformar toda a estrutura da Santa Casa em um centro de atendimento exclusivo à pacientes de Covid-19, a Prefeitura de Angra também disponibilizou informações para a população.

Foi criado um hotsite onde a população fica sabendo todas as notícias sobre o Covid-19 no município, além de boletins epidemiológicos, leis, decretos e um gráfico de evolução da doença na cidade.

Dessa forma as pessoas ficam informadas sobre como se proteger da doença, além de saberem qual é a real situação do município.

Quer conferir o hotsite de Angra? Clique aqui.

5. Benefício Emergencial Municipal a trabalhadores informais - Ipojuca (PE)

O Benefício Eventual Municipal (BEM) foi criado para auxiliar os milhares de trabalhadores informais durante o período de quarentena e pandemia. 

Os trabalhadores receberão R$500,00 da prefeitura, mas para isso deverão cumprir alguns requisitos, como ser trabalhador informal, ter mais de 18 anos, possuir cadastro no CadÚnico, entre outros.

Para conhecer mais sobre o BEM, clique aqui.

6. Distribuição de kits de higiene e limpeza - Niterói (RJ)

Além de realizar sanitização em toda a cidade, doar máscaras de tecido à população e adotar um benefício emergencial semelhante ao de Ipojuca, Niterói distribuiu kits de higiene e limpeza à população. 

Foram entregues 80 mil kits aos moradores de comunidades da cidade, beneficiando cerca de 220 mil pessoas. 

Os kits são compostos por água sanitária, álcool em gel, cloro, detergente, sabonete e sabão em pó. 

Você confere maiores informações sobre essa ação de Niterói aqui.

7. Brasil Sem Corona - Teresina (PI) e Caruaru (PE)

Dentre diversas ações voltadas ao combate do coronavírus, como doação de cestas básicas e um serviço de delivery por aplicativo, as prefeituras de Teresina e Caruaru aderiram à vigilância participativa através do Brasil Sem Corona.

O Brasil Sem Corona é um movimento que nasceu para ajudar a barrar o coronavírus no Brasil. 

O Colab, a maior plataforma colaborativa do país, junto com a Epitrack, referência internacional para detecção de epidemias, uniram forças com o objetivo de diminuir a disseminação do vírus nas cidades, mapeando os casos de Covid-19 e as regiões com risco de surtos, para ajudar as equipes de saúde das prefeituras e governos estaduais e federal a combater a epidemia do coronavírus.

Para saber mais, acesse www.brasilsemcorona.com.br .

Essas foram as sete melhores práticas que nós encontramos no combate ao coronavírus. Você conhece mais alguma? Compartilha com a gente!


Ana Mendonça

Sobre o autor

Ana Mendonça é jornalista e gestora de políticas públicas. Defensora de uma linguagem simples na administração pública, acredita no poder do cidadão e no protagonismo do servidor.