100%
21.2.2020

7 Dicas para ser um ótimo Gestor Público

Você se considera um ótimo gestor público? Em entrevista ao "Fala, Gestor", o prefeito de Mesquita (RJ) Jorge Miranda falou sobre isso e deu algumas dicas. Elencamos 7 delas neste artigo.

A gestão pública precisa de gestores empenhados que queiram fazer a diferença e coloquem os interesses da população no centro de suas decisões.

Você gostaria de ser um ótimo(a) gestor(a) público?

Para te ajudar a ser um gestor público melhor, separamos algumas dicas que o Jorge Miranda, prefeito de Mesquita (RJ), compartilhou em sua entrevista do Fala, Gestor! neste artigo.

Separe a caneta o papel e confira essas dicas para ser um ótimo gestor público!

Dica 1: Fazer o hoje, olhar o futuro e consertar o passado

A cada 4 anos são eleitos novos representantes para a cidade e isso traz mudanças que afetam toda a gestão pública. Por essa razão, o gestor público deve fazer o hoje atendendo a demandas urgentes, olhar o futuro mantendo tudo organizado para a próxima gestão e consertar o passado, arrumando os erros das gestões anteriores.

Uma atitude simples para alcançar esse objetivo é deixar o seu legado com o servidor. Assim, independente do gestor que assumir, a casa estará organizada e o poder público conta com alguém que entende o que levou a determinada decisão e pode guiar novos prefeitos ou vereadores.

Dica 2: Montar um bom time

Para montar um bom time, é necessário identificar servidores que sejam altamente qualificados (seja através de conhecimento acadêmico ou prático) nos quais possa confiar e que confiem também no seu trabalho como gestor.

Assim todos podem trabalhar juntos para executar os projetos e compartilhar suas experiências.

Dica 3: Identificar as oportunidades de melhoria no setor público

Esqueça o ditado popular “casa de ferreiro, espeto de pau”. Se como gestor você quer levar melhorias para a cidade, deve começar levando para o setor público.

Por exemplo, se os dados da população ainda são armazenados em formulários de papel que ocupam espaço e são pouco úteis em momentos de pesquisa, que tal implementar um sistema que armazene dados e faça backups constantes para tê-los atualizados?

Além de ajudar os servidores atuais, uma ação como essa continua auxiliando os que iniciarão carreira.

Dica 4: Entregue para a população o que a população quer

A população quer apenas uma coisa: o que é seu por direito. Para isso, o gestor público deve ter como objetivo otimizar os serviços para que funcionem adequadamente e rodar avaliações para que a população dê sua opinião sobre eles.

Além disso, é necessário educar os cidadãos para que compreendam o que são ou não seus direitos e como as decisões da gestão pública afetam os serviços.


Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Dica 5: Invista em Gestão Pública Colaborativa

Esse modelo de gestão possui 3 pilares, conhecidos como Triângulo da Gestão Pública Colaborativa, que prezam por ter serviços eficientes, cidades engajadas e participação cidadã.

A participação popular torna mais eficiente a gestão e dá mais voz para o povo.

Dica 6: Faça consultas públicas

As consultas públicas são usadas para compreender a opinião da população sobre assuntos que embasam, por exemplo, a criação de novas políticas públicas.

Quando o povo se aproxima mais da gestão e ajuda na tomada de decisões, a gestão consegue se moldar de acordo com a vivência da população.

Dica 7: Faça diagnósticos

Faça diagnósticos constantes para entender onde está indo mais dinheiro e como otimizar o uso dele, informando para a população sobre como isso funciona e o que está sendo feito para atender aquela necessidade.

 

Gostou dessas dicas? Então confira mais no canal do Colab no Youtube, lá postamos a entrevista completa do Fala, Gestor! com o Jorge Miranda.

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.