100%
25.6.2019

Agenda 2030: Combate à Mudança Climática

Provavelmente você já ouviu alguém dizer que as temperaturas estão cada vez mais elevadas e neste artigo vamos falar sobre as metas da Agenda 2030 para combater à mudança climática.

Provavelmente você já ouviu alguém dizer que as temperaturas estão cada vez mais elevadas (talvez essa pessoa tenha sido você), mas já se perguntou por que o mundo está cada vez mais quente?

A resposta está tão presente em nosso cotidiano que até nos esquecemos dela, mas é simples: o aquecimento global.

As mudanças do Aquecimento Global

O mar do Ártico está sofrendo há séculos com a mudanças climáticas, mas foi em 2012 que ele atingiu o nível mais baixo já registrado.

Mesmo que você não veja, o aquecimento global está causando mudanças drásticas na natureza que afetam a maneira como vivemos no planeta, podendo torná-lo inabitável para os humanos dentro de alguns séculos. Estima-se que até o final do século, as temperaturas possam subir de 3 a 5 graus.

As cidades serão as mais afetadas pelas mudanças climáticas e precisam se preparar para isso.

A cidade de Tóquio, por exemplo, sofre com inundações há muito tempo. Para se proteger dos alagamentos, foi construída a  “catedral” subterrânea que faz parte do Canal Subterrâneo de Escoamento da Área Metropolitana. Essa catedral suporta de 65mm a 75mm de chuva por hora, impedindo que haja cheias na cidade acima.

Mesmo com esse sistema, a cidade não estaria preparada para lidar com as chuvas do aquecimento global e cerca de 2,5 milhões de pessoas poderiam ser afetadas pelas inundações.

"Se um país tão preparado quanto o Japão está sofrendo, e uma cidade como Tóquio sofre, todos nós deveríamos estar atentos", afirma Tortajada que trabalha na área de gestão hídrica há mais de duas décadas.

Para combater o aquecimento global, foi feito o Acordo de Paris que desafiava os países a diminuírem a emissão de gases. Além desse acordo, a ONU também colocou na Agenda 2030 um objetivo relacionado a parar o aquecimento global.

As metas para combater o aquecimento global

As metas que a Agenda 2030 propôs para o combate às mudanças climáticas são:

  • Reforçar a resiliência e a capacidade de adaptação a riscos relacionados ao clima e às catástrofes naturais em todos os países
  • Integrar medidas da mudança do clima nas políticas, estratégias e planejamentos nacionais
  • Melhorar a educação, aumentar a conscientização e a capacidade humana e institucional sobre mitigação, adaptação, redução de impacto e alerta precoce da mudança do clima
  • Implementar o compromisso assumido pelos países desenvolvidos partes da Convenção Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima [UNFCCC] para a meta de mobilizar conjuntamente US$ 100 bilhões por ano a partir de 2020, de todas as fontes, para atender às necessidades dos países em desenvolvimento, no contexto das ações de mitigação significativas e transparência na implementação; e operacionalizar plenamente o Fundo Verde para o Clima por meio de sua capitalização o mais cedo possível
  • Promover mecanismos para a criação de capacidades para o planejamento relacionado à mudança do clima e à gestão eficaz, nos países menos desenvolvidos, inclusive com foco em mulheres, jovens, comunidades locais e marginalizadas

Cumprindo com essas metas, estima-se as temperaturas iam subir apenas 2,9 graus até 2100. Caso elas não sejam seguidas, a projeção é que suba 4,5 graus.

Quer saber sobre outros objetivos da Agenda 2030? Confira nossos artigos sobre Cidades Sustentáveis e Segurança e Bem-estar para todos.Compartilhe sua opinião sobre a agenda conosco através dos comentários. ;)

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.