100%
24.1.2020

Entenda o conceito de Big Data e porque é importante para Gestão Pública

Neste artigo explicamos o que é Big Data, qual é o seu papel na Gestão Pública e quais benefícios ele pode trazer para os servidores e os usuários de serviços públicos.

Vivemos em uma era - também chamada de Era da Informação -, marcada pelo crescimento exponencial da tecnologia. Junto a esse avanço tecnológico, nossa capacidade de gerar informação e transformar paradigmas também chegou a patamares antes inimagináveis. Sendo o Colab uma iniciativa voltada para inovação no setor público e comprometida com a transformação social, nos questionamos como utilizar a análise dessas informações para a gestão pública.

Antes de mais nada, precisamos dar nomes aos bois: Quando falamos de um grande volume de dados, que podem ser estruturados e organizados dentro de uma única base de dados ou advindos de diversas fontes e formatos, estamos falando de Big Data. Quando digo grande volume de dados nessas circunstâncias é realmente grande… Imagine informações que ocupam espaço de 1 zettabyte (ZB). De forma simples e de fácil visualização para nossa mente: se estivéssemos falando de espaço físico de HD, seria 1 bilhão de computadores com capacidades de armazenamento de 1 terabyte. Muito? Ok, então agora você está preparado para saber que a estimativa de dados para 2020 ultrapassa 35 zettabytes no mundo.

As tecnologias convencionais não são capazes de processar e analisar o agregado de big data das diversas instituições que já chegaram a terabytes (TB) ou até mesmo petabytes (PB) - sendo 1 PB igual 1000 terabytes. Dados derivados de de e-mails, atendimentos realizados pessoalmente (muitas vezes registrados em arquivos de xml, doc etc), fóruns, mídias sociais, áudios, vídeos e páginas web são possíveis informações que estão reunidas em múltiplas fontes e que são difíceis de processar justamente por não possuírem padrões pré-estabelecidos, categorias ou estruturas. 


Big Data na gestão pública

Desde sempre a cidade, ou comunidades com ajuntamento humano, formam dinâmicas que são objetos de estudo de diversas áreas do conhecimento. No entanto, é nessa Era e porque agora temos técnicas de Big Data capazes de armazenar, processar e analisar todo tipo de material que podemos juntar o conhecimento fornecido por essas áreas para explorar os dados e encontrar soluções para impasses na gestão pública. 

Mesmo no cotidiano, para saber onde focar as energias, alocar os recursos e para diagnosticar com mais eficiência, a análise dessas informações são suficientes para causar um abalo de inovação. Conseguem imaginar o quanto esse poder de análise também é capaz de indicar oportunidades e implementar novos horizontes políticos? Talvez esteja sendo muito entusiasta, mas nas mãos de quem trabalha todos os dias para servir os cidadãos e no conjunto da obra, estamos falando de tempos transformadores para o mundo e, principalmente, para o Brasil.

Justamente por estarmos vivendo tempos onde a informação circula descontroladamente, para tratar Big Data, precisamos validar esses dados comprovando sua origem - resultante de fontes confiáveis, verdadeiras e não-fabricadas -, mantendo consistência e qualidade. Además, dentro do setor público, temos o compromisso ético de representação dos anseios do povo. 

Nisso tudo temos uma certeza: nossas possibilidades de reestruturar a cidade, atingir objetivos globais com governos locais, levar bem-estar social para todos e impactar a vida de milhares de brasileiros nunca estiveram tão altas. Precisamos nos organizar para lidar com os problemas de ontem e com as implicações das mudanças que já ocorrem hoje. Assim,  Big Data e as inovações - que nós do Colab temos orgulho de ajudar a promover - são ferramentas com potencial de direcionar as cidades para um futuro mais justo.



Quer aprender mais sobre inovação em governos?

Deixe o seu melhor e-mail aqui embaixo e receba uma trilha de conteúdos únicos - e gratuitos! - que desenvolvemos sobre Gestão, Pessoas, Tecnologia e Inovação.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

.

Priscila Santos

Sobre o autor

Priscila Santos é Planejadora Territorial e Analista de Dados. Entusiasta das transformações que podemos fazer com a interdisciplinariedade e a participação social. Curte aprender sobre tecnologia e filosofar enquanto observa a cidade pela janela do busão.