100%
7.2.2019

Como fazer administração pública com o orçamento reduzido

Fornecer à população serviços de qualidade que atendam às suas necessidades pode necessitar de um orçamento maior que o previsto. Aprenda a fazer administração pública com pouco dinheiro.

A administração pública envolve órgãos e serviços que buscam sanar as necessidades da população através de serviços públicos. Contudo, para fornecer à população serviços de qualidade que atendam às suas necessidades, a prefeitura precisa dispor de verba, que nem sempre está disponível.

Por isso que neste artigo iremos falar sobre como fazer administração pública com o orçamento reduzido.

Administração pública eficiente é possível com pouco dinheiro?

O setor público é cheio de regras e muita burocracia, muitas vezes isso pode desanimar quem atua nele a tentar algo diferente que traga inovação para a área. Quando se tem pouca verba é necessário que o responsável pelo projeto invista com prioridade na criação do MVP (produto mínimo viável) eficiente. Mas como chegar a esse MVP?

O ativo mais valioso dentro do setor público são os servidores, essas pessoas são responsáveis por lidar com a população direta, ou indiretamente, conhecerem os procedimentos, suas falhas e possíveis melhorias.

Se você quer, por exemplo, alterar o processo de uma regulamentação para tornar mais simples a abertura de comércios na região, será necessário dialogar com pessoas que atuam em todas as etapas do processo para entender o porquê das regras atuais serem como são e questionar onde elas poderiam melhorar. Conseguir fazer com que os servidores experientes daquela área se engajem pode ser um fator decisório para o sucesso do projeto, já que eles trazem olhares diferentes do seu e uma bagagem de conhecimento abrangente sobre o assunto. Os dados são a parte principal para a criação e a execução, não tenha medo de usar a tecnologia nesse momento.

Use questionários online para saber a opinião dos cidadãos sobre aquele tema. Com base nas informações obtidas, questione-se: qual o mínimo que posso fazer para apresentar esse projeto?

Retomando o exemplo da regulamentação de comércios, vamos supor que o seu projeto almeja tornar mais rápida a abertura de comércios na região. O MVP nesse caso poderia ser a criação de um site no qual o cidadão possa realizar a abertura de seu CNPJ, solicitar as licenças e alvarás para funcionamento, agendar visitas técnicas e recolher assinaturas digitais.

Com a abertura desse novo canal, o processo se torna mais eficiente e ajuda o cidadão a poupar tempo. A tecnologia acaba ficando de lado em alguns governos, mas ela continua sendo um ativo valioso para o setor público e vem ajudando muitas cidades pelo mundo que são conhecidas como smart cities, ou, cidades inteligentes.

Na hora de apresentar o projeto é preciso abusar da criatividade, imaginar a versão mais simples daquilo que mostre a eficiência da proposta para enfim conseguir tirá-la do papel. Conseguir verba dentro do setor público pode não ser fácil, a realidade das prefeituras brasileiras é muito diferente uma da outra, mas se você trabalhar com conhecimento, criatividade e o que já tem em mãos, as coisas podem ser mais fáceis.

Conhece algum caso de sucesso na administração pública que não teve muito investimento no início? Tem alguma dica que não está no artigo? Deixe pra gente nos comentários.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.