100%
27.1.2020

Os 7 desafios do Novo Gestor Público

Com todas as mudanças que passamos como sociedade, surgiu a necessidade de termos um novo perfil para o gestor público. Neste artigo listamos 7 desafios que esse gestor terá que enfrentar. Confira!

Ao contrário do que muita gente imagina, precisamos de gestores públicos que possuam um perfil mais versátil e que se adapte às mudanças pelas quais passamos como sociedade. Você consegue pensar em um gestor assim?

Separamos algumas dicas que o Eduardo Nascimento, coordenador de planejamento e inovação e líder do programa de gestão colaborativa da prefeitura de Mesquita (RJ), compartilhou conosco em sua entrevista no quadro Fala, Gestor! para te apresentar os 7 desafios do novo gestor público.

Será que você tem ou conhece quem tenha perfil para lidar com esses desafios?


Desafio 1: O novo gestor público precisa conduzir mais pessoas com mais rapidez

Imagine que o setor público é como um transatlântico, ele leva centenas de pessoas de um lado para o outro e sua velocidade é menor que a de uma lancha, que representa o setor privado, e transporta menos pessoas com mais agilidade.

Essa é uma maneira de simples de ilustrar o primeiro desafio do novo gestor público: ele precisa administrar uma grande organização, com pessoas que estão em níveis diferentes, com mais rapidez.

Se em uma empresa já temos exemplos de setores com colaboradores mais engajados, outros com mais conhecimento do negócio e outros que desanimaram, imagine então em uma empresa com centenas de colaboradores que, muitas vezes, já não sentem paixão pelo que fazem.

Para lidar com esse desafio, o novo gestor público precisa mobilizar os secretários para que o ajudem a propagar um único discurso: o da cidade.

Afinal, não importa quanto tempo o servidor tenha de casa ou qual seu nível de escolaridade, todos estão unidos pelo trabalho que auxilia a cidade e seus habitantes.

Desafio 2: Aproximar o cidadão da gestão pública

Nas eleições presidenciais de 2018, tivemos o maior percentual de voto nulo desde 1989, passando de 30% dos votos da população. 

Esse número assustador é um reflexo do descontentamento da população com o serviço público, muita gente está desiludida com os governantes e não se sente engajada em contribuir para melhorar o país.

Dentro desse cenário, o novo gestor público tem o desafio de aproximar o cidadão da gestão pública novamente, trabalhando para que a sua administração seja mais colaborativa, participativa e eficiente para a cidade.

Uma maneira de fazer isso é buscando soluções tecnológicas que abram caminho para o diálogo entre o setor público e o cidadão, como é o caso do Colab e outras govtechs.

Desafio 3: Organizar os dados

O setor privado já trabalha bem com a administração de dados para embasar decisões, está na hora do setor público investir nessa habilidade.

Como disse Ajay Bang, CEO da MasterCard:

“Dados são o novo petróleo.”

Analisando e utilizando das maneiras corretas, os dados podem ser os melhores guias de um gestor público. Com eles, é possível decidir com mais coerência, analisar melhor as propostas e projetos antes que entrem em prática e compreender a população.

Uma consulta como a Cidades Sustentáveis, por exemplo, pode mudar toda a estratégia da gestão pública para lidar com favelas, saneamento básico e afins.


Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Desafio 4: Usar a tecnologia como aliada

A tecnologia possui muito potencial para auxiliar o setor público – principalmente com a ajuda das govtechs. Por isso, outro desafio do novo gestor público é trazer a tecnologia como aliada para a sua gestão e envolver os servidores e cidadãos de tal forma que ela se mantenha ali, mesmo com as mudanças de governo.

Desafio 5: Inspirar a Colaboração

O gestor público precisa inspirar a colaboração e praticá-la diariamente.

Valorizar os projetos e mostrar que está acompanhando, mesmo que seja com um emoji, pode ser tudo que algum servidor precisa para se manter inspirado. Assim, o gestor público trabalha com uma liderança que o aproxima dos liderados e fortalece seus laços.

Desafio 6: Entender que o cidadão é fundamental para a gestão

O cidadão é a chave para o sucesso das estratégias da gestão pública e precisa sentir que está sendo contemplado pelo que é planejado pelo setor.

Por isso, além de se aproximar do cidadão, é necessário que o novo gestor público atenda as demandas que a população traz e mostre que a voz do povo está sendo ouvida e valorizada.

Desafio 7: O novo gestor público precisa mudar a si mesmo

O maior desafio o gestor público é lidar com ele mesmo.

A mudança começa com cada um de nós, mas expô-la para o mundo e fazer com que mais pessoas o ajudem a disseminar esse novo jeito de fazer algo é complicado, alguns podem amar o que está sendo proposto enquanto outros vão odiar.

Contudo, o novo gestor público que entra no jogo já tendo em mente que precisa inspirar, engajar, se aproximar da população, praticar a colaboração entre outras coisas, tem mais chances de atender melhor os cidadãos.

Gostou desse conteúdo? Então veja a entrevista completa em nosso canal do Youtube clicando aqui.

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.