100%
18.3.2020

Saiba como diferenciar o coronavírus de uma gripe comum ou uma crise alérgica

Os sintomas do Covid-19 são bem parecidos com os de uma gripe comum ou alergia, mas não são iguais. Você sabe diferenciá-los? Aqui te contamos quais são os principais sinais da doença.

Nas últimas semanas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) classificou o surto de Covid-19, mais conhecido como coronavírus, como uma pandemia.

Sabemos que para prevenir o contágio precisamos lavar bem as mãos e evitar locais com aglomeração de pessoas.

Mas você sabe como diferenciar uma infecção pelo coronavírus de uma gripe comum? E de uma reação alérgica?

Nós te contamos como neste artigo.

Observe os sintomas 

Uma das principais formas de diferenciar o Covid-19 de outros fatores é observando os sintomas. 

Sintomas da gripe comum

Os sintomas de uma gripe comum são febre, tosse, dor de cabeça, dor nos músculos e juntas, dor de garganta e coriza.

Sintomas de uma reação alérgica

Já os de uma crise alérgica são espirros, tosse, irritação nos olhos e coriza.

Sintomas do coronavírus

Nos casos de coronavírus a febre é alta, a tosse é seca, a pessoa fica com dificuldades para respirar, sente fadiga e cansaço e tem diarreia.

Sim, os sintomas do Covid-19 são bem semelhantes aos de uma gripe ou alergia, mas tem diferença! 

Eles costumam ser um pouco mais fortes e agressivos do que os de uma infecção comum.

Vale lembrar que a pessoa pode apresentar mais ou menos sintomas, a depender do seu sistema imunológico.

Por isso, pessoas com febre, tosse e dificuldades para respirar precisam procurar o médico o mais rápido possível.

O contexto também é importante

Um dos fatores que têm ajudado no diagnóstico é informar à equipe médica se você esteve em algum dos locais com grande incidência de casos - viagens para Europa ou Ásia, por exemplo - ou se teve contato com alguém que foi diagnosticado com a doença.


Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Evitando o Covid-19

Para evitar o contágio por coronavírus, separamos algumas dicas:

  • Lave bem suas mãos com água e sabão e evite tocar no seu rosto antes de lavá-las;
  • Não compartilhe objetos pessoais;
  • Cubra a boca ao tossir e espirrar;
  • Caso não tenha água e sabão, higienize suas mãos com álcool-gel 70%;
  • Evite o contato físico com outras pessoas (principalmente se elas apresentarem algum sintoma) 

PS: Sim, eu sei que o brasileiro é um povo muito caloroso e adora abraçar e beijar as pessoas (dependendo do estado, são 3 beijinhos no rosto só pra cumprimentar), mas precisamos nos proteger e proteger as outras pessoas, afinal de contas o vírus já é transmitido antes mesmo de apresentar sintomas.

As unidades de saúde podem ajudar

Caso você tenha se identificado com os sintomas do Covid-19 ou esteja com febre, tosse e dificuldade para respirar, procure a UBS ou hospital público mais próximo de sua casa. 

As equipes do SUS são capacitadas para diagnosticar o coronavirus e tratar os pacientes devidamente.

Não se esqueça também de utilizar uma máscara em sua locomoção ao hospital, pois ela é essencial para proteger as demais pessoas.

Lembrando que a máscara deve ser usada por quem está doente e não por quem está saudável. 

Uma máscara utilizada por alguém que não apresenta sintomas pode absorver a contaminação de outras pessoas e, depois de um tempo, pode contaminar a pessoa que está utilizando.

Para maiores informações, acesse o site do Ministério da Saúde no endereço saude.gov.br .

Fique bem e vamos todos lutar contra o coronavírus.

Ana Mendonça

Sobre o autor

Ana Mendonça é jornalista e gestora de políticas públicas. Defensora de uma linguagem simples na administração pública, acredita no poder do cidadão e no protagonismo do servidor.