100%
19.12.2019

Por que me tornei um embaixador do Programa ONU-Habitat/Colab?

Neste artigo vamos conhecer as motivações e experiências de alguns dos nossos embaixadores do Programa ONU-Habitat/Colab.

Por que me tornei um embaixador do Programa ONU-Habitat/Colab?

Que a consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat em parceria com o Colab já tá rolando há algum tempo, todo mundo sabe, né?

Também já te demos 7 motivos para se tornar um embaixador dessa consulta, mas dessa vez trouxemos pessoas com mais propriedade para falar sobre o assunto, os nossos embaixadores!

Para contextualizar: o programa de embaixadores já conta com mais de 600 pessoas em todo o país, que juntos conseguiram mobilizar mais de 2 mil cidadãos em suas cidades. Nós conversamos com alguns dos nossos embaixadores, que contaram um pouco pra gente como tem sido essa experiência e o que os motivou a participar do projeto. 

Confira abaixo os depoimentos.


Foto do embaixador Floro Mauel, Teresina - PI

Floro Mauel, Teresina - PI

“A minha motivação em ser um incentivador da consulta foi a de contribuir para que minha cidade possa enxergar as demandas, carências e perspectivas para um desenvolvimento cada vez mais preocupado com as pessoas e o meio ambiente. A participação da população em planejamentos governamentais é essencial para que a cidade entenda o que de fato se faz necessário na base, nos bairros, ruas e espaços públicos.”

Foto da embaixadora Lorraine Alves Berg Barroso, Juiz de fora - MG

Lorraine Alves Berg Barroso, Juiz de fora - MG

“Quando escolhemos a democracia representativa como forma de governo, deveríamos saber que nosso papel não terminava ali. A população tem o direito e o dever de acompanhar os fatos ocorridos em seu município e país, para que assim haja desenvolvimento local sem que as pessoas sejam ‘deixadas para trás’.” 

Foto do embaixador Marco Tulio Castro, Belo Horizonte - MG

Marco Tulio Castro, Belo Horizonte - MG

“É importante ter a participação da população em planejamentos governamentais, pois a cidade é para todos, e se não escutarmos o povo estamos criando uma cidade para quem?”

Foto da embaixadora Denise Lícia Boni de Oliveira Gasparini, Itu - SP


Denise Lícia Boni de Oliveira Gasparini, Itu - SP

“Tenho aprendido que as pessoas muitas vezes estão mais interessadas em reclamar do que fazer algo, mas que se alguém traz uma forma de buscar uma solução, ou seja, um primeiro passo, elas tendem a segui-lo”. 


Foto do embaixador Rafael Sodré

Rafael Sodré, Luís Domingues - MA

“Precisamos criar formas de escutar o cidadão, fazendo-o participar ativamente da gestão da nossa cidade. Nada é mais importante do que a opinião do próprio morador da cidade e essa consulta é uma oportunidade dele mostrar o que pensa.”

Foto do embaixador Luan Machado Cabral, Teresópolis - RJ


Luan Machado Cabral, Teresópolis - RJ

“Não podemos nos conformar apenas com nossos votos, mas também devemos contribuir com nossas opiniões e com as organizações públicas. Não devemos esperar por uma mudança dos gestores públicos, essa mudança é nosso dever.”

Foto do embaixador Rafael Primo Turra, Vila Velha - ES


Rafael Primo Turra, Vila Velha - ES

“O melhor a se fazer pelas cidades é ouvir as necessidades reais de cada cidadão. Contato com a realidade gera sinergia entre teoria e prática e sem o envolvimento do cidadão não atingiremos resultados eficazes.”

Foto do embaixador Bruno Constantino, Paripueira - AL

Bruno Constantino, Paripueira - AL

“Minha principal motivação é maior do que me tornar embaixador, é incluir e impactar positivamente minha cidade sobre desenvolvimento sustentável, como também conscientizar a população sobre a responsabilidade que todos nós temos como cidadãos de participar das decisões do governo na nossa cidade. Somos todos agentes transformadores e importantes no desenvolvimento e futuro dos nossos municípios.”

Foto da embaixadora Milene Gil


Milene Gil, Curitiba - PR

“Essa experiência tem me mostrado que muita gente quer participar mais de questões sobre a cidade, mas não sabe como.”


Foto do embaixador Rhamanns

Rhamanns Costa, Jaboatão dos Guararapes - PE

“ As pessoas sabem o que precisam, sabem o que é necessário para suas comunidades, e a consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat dá voz a essas pessoas de dizerem quais são suas visões da atual situação municipal, assim como desperta as perspectivas de ações para a melhora dos pontos levantados.”


Vinícius Barros, Jundiaí - SP

“Atuar nessa experiência tem me mostrado que as pessoas pouco interagem com o município e pouco conhecem sobre ele, e que a consulta é um bom caminho para se envolver mais com a transformação da cidade”.

Foto da embaixadora Lorena


Lorena Moura Santana, Teresina - PI

“A participação social é totalmente importante. Algumas reclamações e insatisfações com a gestão municipal se dão justamente pela falta de participação e de interesse do cidadão sobre a gestão da cidade.”


Legal ver que tem tanta gente motivada a tornar sua cidade mais desenvolvida e sustentável, né?

O que você está esperando para se juntar a esse grupo?! Entre no app do Colab e se inscreva já no Programa de Embaixadores ONU-Habitat/Colab!

E caso ainda não tenha respondido à Consulta Cidades Sustentáveis, clique aqui e ajude seu município se tornar cada vez mais desenvolvido e sustentável.


Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

.

Ana Mendonça

Sobre o autor

Ana Mendonça é jornalista e gestora de políticas públicas. Defensora de uma linguagem simples na administração pública, acredita no poder do cidadão e no protagonismo do servidor.