100%
5.4.2019

Engajamento da População: Precisamos falar sobre isso

As pessoas são o maior ativo da gestão pública, por isso vamos falar sobre o engajamento da população neste artigo.

Qual o maior ativo da gestão pública?

A resposta é mais simples do que imaginamos: são as pessoas. Não estou falando só daquelas que trabalham direta ou indiretamente no setor público, aqui também entra a população que se beneficia com as políticas e serviços públicos.

Por esse motivo, neste artigo vamos falar sobre a importância do engajamento da população para ter uma cidade melhor.

Engajamento da População: A contribuição que pode mudar tudo

A população é quem utiliza hospitais, vias públicas e participa dos eventos, entre outros serviços prestados pela prefeitura e as secretarias. Pensando nisso, por que não usar a opinião da população para entender o que deve ser melhorado nos serviços prestados pela prefeitura?Algumas prefeituras já estão atentas a isso.

No final de fevereiro a prefeitura de Terezina iniciou obras para asfaltar as ruas da cidade, Daniel Pereira, coordenador de asfaltamento da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Habitação (SEMDUH), mostrou como a população pode ajudar.“A população pode solicitar os serviços da Operação Tapa-Buracos por meio da Ouvidoria do Município, pelo telefone (86) 3221-7050, diretamente com a Semduh, ou por meio do aplicativo gratuito COLAB.re, em que o usuário pode colocar a sua solicitação com foto e localização”, completa na matéria publicada pelo ViaAgora.

Afinal, ninguém melhor do que a população daquela região para sinalizar quais áreas precisam de atenção.Já a prefeitura de Maringá está usando as denúncias feitas pela população para mapear queimadas na área urbana, através dos canais de comunicação tradicionais e do aplicativo Colab.

A prefeitura de Juiz de Fora decidiu criar uma consulta pública pelo aplicativo Colab para decidir onde será realizada a primeira etapa do projeto “Bem Comum Bairros”, que leva serviços da Prefeitura e parceiros para as regiões de vulnerabilidade social, proporcionando atividades próximas da comunidade.

Usando meio de comunicação não tradicionais, como os aplicativos, a prefeitura pode perguntar para os cidadãos o que precisa ser melhorado nas vias públicas e como estão sendo atendidos pelos serviços públicos.

Dessa forma, a prefeitura trabalha no engajamento da população para leva-la a participar da tomada de decisões e organização de eventos públicos.

E quando a população não participa?

Em 2013, a cidade de Porto Alegre estava enfrentando um grande problema pela falta de engajamento da população com a limpeza urbana.

Cerca de 2.200 toneladas de lixo estavam sendo coletadas todo os dias na cidade, contando o lixo domiciliar, o resíduo coletivo e o que era descartado de maneira irregular.

Na época, o então Diretor Geral do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), André Carús, afirmou que o faltava para a população compreensão acerca da sua responsabilidade.“Da mesma forma que se cobra da população para que ela ajude a cuidar de praças e parques, ela também tem que cuidar do descarte adequado do lixo”, disse Carús.

Nesse caso, a falta de engajamento tornou mais caro o serviço de limpeza urbana.

Como mudar esse cenário?

Para engajar a população é preciso mostrar o quão necessária é sua participação e como ela pode melhorar o dia a dia na cidade, isso pode ser feito através da comunicação entre o setor público e o cidadão.

Esse é um processo de educar o cidadão para colaborar com a gestão pública e você pode ler mais sobre esse tema aqui no blog do Colab!

Se quiser conhecer a nova gestão pública, venha conhecer o nosso curso Link - Gestão Pública Colaborativa.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.