100%
20.4.2019

GovTech: O que é?

Provavelmente você está cansado(a) de ouvir sobre como a tecnologia está mudando a nossa rotina, mas sabia que ela também está impactando dentro dos governos? Saiba o que são e como atuam as GovTech.

Provavelmente você está cansado(a) de ouvir falar sobre como a tecnologia está mudando a nossa rotina, mas já ouviu falar sobre como ela também está impactando dentro dos governos?

Assim como as Fintechs estão trazendo novidades que revolucionam o mercado financeiro e as Edutechs buscam revolucionar a educação através da tecnologia, as Govtechs são uma evolução das startups para atender aos governos.

As Govtechs trazem soluções inovações com tecnologias disruptivas para atender às demandas de diversos departamentos do governo, beneficiando assim os servidores públicos e a população.

Como as Govtechs surgiram?

As Govtechs são o resultado da aplicação de tecnologia para sanar necessidades do setor público em diversos níveis. Como principais características essas empresas fornecem serviços que utilizam ferramentas digitais, conhecimento de servidores públicos engajados para ajudar a população e análise da Big Data para futuras soluções.

Os clientes das Govtechs são os governos, que podem se beneficiar dos serviços dessas startups para a implementação de políticas públicas, engajamento da população, divulgação de informações, canais alternativos de contato entre muitas outras coisas.

Como qualquer startup, as Govtechs podem atuar em diversas frentes dentro de seu nicho e seguem o modelo enxuto para acelerar seu crescimento, sendo pioneiras quando o assunto é tecnologia.

A Revolução Govtech

Em 2018 o site Public.io divulgou o relatório The European 150 - The startups driving Europe’s GovTech, no qual foram listadas as 150 startups europeias que estavam revolucionando os governos com tecnologia.Alguns serviços fornecidos pelas Govtechs da lista eram plataformas que ofereciam troca de informações entre servidores públicos do mundo inteiro, novos canais de emergências que recebem mensagens de voz e imagens, plataformas para que os cidadãos possam fazer agendamento para usar serviços públicos e até sistemas que monitoram em tempo real o que acontece nas rodovias.

No Brasil, o Colab é uma das Govtechs que mais se destaca no mercado. Através do aplicativo, o cidadão pode enviar denúncias sobre problemas em sua região (como calçadas esburacadas, falta de iluminação nas vias públicas, problemas com a coleta de lixo entre outros), com fotos, descrição da ocorrência e o endereço de onde está diretamente para a prefeitura, que as repassa para os funcionários públicos responsáveis por resolver.

O aplicativo também permite que as prefeituras enviem consultas públicas e pesquisas de opinião para os cidadãos, o que contribui para a coleta de dados e validação de decisões.

Todo o trabalho do Colab, assim como das outras startups de GovTech, busca facilitar e agilizar a vida do cidadão e do setor público.

Gosta de aprender sobre governança e gestão pública? Então se prepare para conhecer o LINK - Gestão Pública Colaborativa, um curso oferecido pelo Colab que traz exemplos práticos sobre a tecnologia no setor público e adoção de práticas inovadoras na área.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.