100%
17.7.2019

O Pensamento Enxuto para o Setor Público

Neste artigo queremos falar do pensamento enxuto para o setor público e como ele pode ajudar na hora de experimentar ideias.

O setor público é conhecido por ser mais tradicional e burocrático. Para muitos, uma boa palavra para descrevê-lo é conservador.

Contudo, as mudanças exponenciais pelas quais a sociedade está passando obrigam que todas as empresas, inclusive o setor público, larguem seus costumes conservadores e se atualizem para trazer inovações que deixem seus serviços mais práticos e eficazes.

Nesse cenário surgem as startups, empresas criadas para crescer rapidamente e se adaptar aos desafios do mercado, e com elas também temos o surgimento de um novo tipo de pensamento que deve ser adotado por empresários e gestores: o pensamento enxuto.

Por esse motivo, queremos falar do pensamento enxuto para o setor público e como ele pode ajudar na hora de experimentar ideias.

Erre rápido e aprenda mais rápido ainda

A metodologia enxuta usada pelas startups busca acelerar o ciclo de desenvolvimento do produto, experimentando várias ideias através do MVP (Minimum Viable Product, a versão mais simples do produto a ser desenvolvido) e eliminando as que não estão dando os resultados desejados.

Dentro do setor público, esse pensamento pode ser usado para testar novas políticas e ações que interferem na vida da população. Através de pequenos testes é possível verificar a reação das pessoas sobre as mudanças propostas e se são viáveis ou não.

Uma das três atitudes que os gestores devem ter para implementar uma gestão pública colaborativa é ser flexível e enxuto, isso significa que o gestor deve ter o pensamento da startup e testar através de coisas simples suas propostas para entender se aquela solução é a correta para aquele problema antes de implementar.

Sabemos que a gestão pública tem muitos problemas, mas também tem muita gente boa lá dentro tentando ser melhor.

Pensando nisso, gravamos o webinar 3 Atitudes para Implementar a Gestão Pública Colaborativa com a participação do Gustavo Maia (CEO do Colab) e da Dalila Ramalho (Coordenadora de Operações) para conversar sobre os desafios encarados ao implementar inovações no governo.

Se você quiser saber mais, pode se cadastrar e conferir esse conteúdo gratuito clicando aqui.Para acompanhar as mudanças, precisamos nos atualizar. E você, está se atualizando?

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.