100%
4.6.2019

Os 5 eixos de transição da gestão pública

Você já sentiu a necessidade de inovar na forma como se faz gestão pública? A resposta provavelmente está nos eixos de transição da gestão pública. Confira!

Você já sentiu a necessidade de inovar na forma como se faz gestão pública?

Se sim, saiba que você não está sozinho(a), muita gente quer inovar na gestão pública e ainda não sabe como. Porém, algumas pessoas já estão inovando na gestão pública e compartilhando o que aprenderam nesse processo.

A New Public Management (Nova Gestão Pública), por exemplo, é uma teoria da administração pública que adapta ferramentas usadas pelo setor privado para o público, criando um novo e mais eficiente modelo de gestão.

Com base nessa teoria, conseguimos identificar os 5 eixos de transição para sair da velha gestão pública e praticar a nova. São eles:

Eixo 1: Transição de uma gestão fechada para uma gestão transparente

A gestão pública tradicional é mais fechada e pouco comunicativa, isso faz com que o cidadão não saiba ou entenda o que está sendo feito em sua cidade.

A gestão deve ser mais transparente e comunicativa, assim a população pode participar dos processos de tomada de decisão e compreendê-los.

Eixo 2: Transição de ações fragmentadas para ações integradas

Além da comunicação com a população, é necessário trabalhar a comunicação entre secretarias para ter resultados mais efetivos e eficientes a partir da intersetorialidade.

Eixo 3: Transição de gestão reativa para responsiva

Esse eixo pode ser visto também como a transição entre “apagar incêndios” para “evitar incêndios”.

Ao invés de apenas resolver os problemas, é importante usar dados e planejamento para prevenir e evitar que eles aconteçam.

Eixo 4: Transição de gestão isolada para gestão co-criativa

Sair da gestão que olha só para o “micro” e ir para a que observa o “macro”. Assim, pode-se aprender com os desafios que outras entidades enfrentaram e coletar insights para aplicar dentro da prefeitura.

Eixo 5: Transição de gestão rígida para gestão experimental

Talvez esse seja o eixo mais desafiador, ele se refere a possibilitar a existência de espaço para erros e experiências no qual o órgão e os colaboradores possam aprender, experimentar e apresentar novas soluções.

Agora que você conhece os eixos para a transição da gestão pública, responda: o local onde você trabalha está mais para a velha gestão ou para a nova?

Se quiser aprender mais sobre gestão pública conheça a nossa minissérie gratuita, Inovação em Governos.  São 4 episódios cheios de insights sobre como a inovação pode ser implementada dentro dos governos e exemplos do que já está sendo feito no Brasil.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

4 - Consuma de forma consciente

Antes de comprar diversas “coisas” e “tendências tecnológicas”, sempre se pergunte: eu realmente preciso disso? Terá utilidade para mim e para minha família? Preciso comprar isso agora? O meio ambiente e o seu bolso vão te agradecer =)


5 - Reutilize folhas de papel

Sabe aquele trabalho escolar que você imprimiu no ano passado e tá guardado no armário, acumulando poeira? Aquele relatório que seu chefe adorou ver três meses atrás, mas que não precisa mais? Tudo isso pode ser reutilizado! Use o verso da folha para anotar recados e ideias, rabiscar, dê para crianças desenharem, imprima nos dois lados da folha ou utilize o verso para imprimir coisas que não são tão importantes e serão utilizadas para consumo próprio. Enfim, dá pra fazer tanta coisa!


 6 - Deixe seu carro em casa

Utilize mais transporte público e outros meios que não poluem o meio ambiente, como bicicletas e patinetes elétricos. Comece a caminhar mais também! Além de conseguir ver coisas que passam despercebidas quando você está de carro, você desestressa e pode até perder aqueles quilinhos “a mais”.


7 - Participe da Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat

Além de ajudar a prefeitura da sua cidade e a ONU-Habitat a terem uma noção sobre como estão os esforços para atingir o ODS11 da ONU, você exerce sua cidadania falando para o governo sua opinião sobre esse assunto. Para responder à consulta, é muito simples: baixe o app do Colab em seu smartphone ou acesse https://consultas.colab.re/cidades-sustentaveis, preencha seu cadastro e responda o questionário. É fácil, rápido e você ainda ajuda sua cidade a se tornar cada vez mais sustentável!

Você sabe mais alguma forma de apoiar o desenvolvimento sustentável na sua cidade? Conta pra gente aqui nos comentários =)

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária que escreve sobre criatividade na gestão pública e gosta de aleatoriedades. Responsável pelo blog do Colab e é amante de pães de queijo.