100%
22.9.2021

Políticas públicas: entenda o que são e para que servem

Você sabe quais são as características, ciclos e objetivos das políticas públicas? Descubra neste artigo o poder transformador dessa ferramenta coletiva

A principal chave de entendimento dos mecanismos de solução, seja para o setor público ou privado, é a informação. Para compartilhar o que são políticas públicas precisamos dar um passo pra trás e entender por onde ela começa. Nesse caso, seria pelo problema público. A analogia feita pelo Leonardo Secchi, professor e especialista no assunto, comparando essa questão com a ciência médica é que a doença seria o problema público identificado, dentro de um organismo, que é a sociedade, e a política pública é o remédio.


Refletindo esse paralelo que ele trouxe, conseguimos imaginar que para a mesma doença pode haver muitas formas de remediar, soluções que são 'diagnosticadas' de acordo com a doença. Portanto, uma vez identificado o problema, a política pública será o meio para solucionar essa demanda de diferentes formas, entre elas leis, campanhas, premiações, multas, taxações, entre outros.


Portanto, as políticas públicas (diretrizes públicas) estão ligadas diretamente a questões políticas e governamentais, mas sua construção é fruto de uma coprodução entre estado e sociedade, com o interesse coletivo de todos


Para compreender melhor o processo interno das políticas públicas, precisamos esmiuçar os 'Ciclos de Políticas Públicas', uma forma didática de visualizar todas as fases de execução. Ele leva em consideração pontos cruciais para compreensão da proposta, envolvendo a participação de gestores públicos e privados, relevância de poderes, momento atual do país e a própria organização das ideias e ações. 


  • Identificação do problema: lançar o olhar técnico da gestão pública em conjunto com as pautas sociais, localizando onde estão os problemas a serem solucionados. 


  • Formação da agenda: tal reconhecimento gera uma demanda na agenda governamental, mas antes de virar prioridade é analisada as condições da situação, qual a sua emergência e os recursos que estão disponíveis, alguns dos pontos principais avaliados são:


  • Avaliação do custo-benefício;
  • Estudo do caso, cenário local e suas necessidades;
  • Recursos que estarão disponíveis;
  • Urgência do assunto podendo tomar uma mobilização social;
  • Necessidade política. 


  • Formulação da política: seguindo o processo aqui é apresentado as ideias de soluções e/ou as alternativas que os gestores têm para trabalhar definindo objetivos da política, programas que serão desenvolvidos e as principais linhas de atuação.

  • Decisão a ser tomada: após avaliar todas as alternativas de soluções para sua formulação, esta fase tem como definição o start das ideias mais viáveis para a política acontecer da melhor forma, dentro das suas diretrizes e prazos de ação.

  • Implementação: aqui a política pública passa a ser implementada, transformando o planejamento em ação, colocando em prática os processos de escolhas das fases anteriores e implementando dentro dos recursos financeiros, tecnológicos, materiais e braçais para executá-la.

  • Supervisão e avaliação: a política pública não terá um final assim como a dinâmica de suas fases, nesta etapa é importante que saibam avaliar e supervisionar a política, contribuindo para  um sucesso contínuo e observando se tal ação está sendo de fato efetiva, eficaz e eficiente em relação ao problema identificado. 


Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Baixe o nosso ebook "Lei de Governo Digital: Como trazer sua cidade para uma nova era"!

Tudo o que você precisa saber sobre a Lei Federal 14.129 está compilado nesse ebook. Clique aqui e faça seu download gratuito!

Portanto, respondendo a pergunta que abre o artigo, sua principal característica é solucionar problemas coletivos identificados dentro da sociedade. Os ciclos apresentados acima são etapas a serem desenhadas para que seu objetivo final, a solução colocada na prática, possa ser desfrutada por todos.

Vale lembrar que as temáticas envolvidas nas políticas públicas variam de acordo com a pauta, fazem parte delas assuntos relacionados à economia, administração, direito e ciências sociais. Mas como por ser uma ferramenta de melhoria de bem-estar coletivo, o tema mais abordado é aquele que se aproxima da vida cotidiana dos cidadãos, as políticas sociais, que abordam setores voltados para saúde, educação, saneamento básico, transporte, segurança, moradia…)


Recentemente ocorreu uma alteração na política pública de telecomunicações, a partir da alta demanda da digitalização. O decreto presidencial publicado no diário oficial da união com o objetivo de ampliar a conectividade e a efetiva fruição de serviços pela sociedade brasileira, especialmente para a população mais vulnerável. 


Dentro do blog da Colab também há outros exemplos de políticas públicas, no artigo sobre O Dia Internacional dos Povos Indígenas, que mostra algumas das políticas realizadas para essa grande parcela da sociedade e também de Boas Práticas na pandemia, voltada para crianças, um ótimo começo para entender na prática como elas são implementadas. 

Portanto, respondendo a pergunta que abre o artigo, sua principal característica é solucionar problemas coletivos identificados dentro da sociedade. Os ciclos apresentados acima são etapas a serem desenhadas para que seu objetivo final, a solução colocada na prática, possa ser desfrutada por todos.

Vale lembrar que as temáticas envolvidas nas políticas públicas variam de acordo com a pauta, fazem parte delas assuntos relacionados à economia, administração, direito e ciências sociais. Mas como por ser uma ferramenta de melhoria de bem-estar coletivo, o tema mais abordado é aquele que se aproxima da vida cotidiana dos cidadãos, as políticas sociais, que abordam setores voltados para saúde, educação, saneamento básico, transporte, segurança, moradia…)


Recentemente ocorreu uma alteração na política pública de telecomunicações, a partir da alta demanda da digitalização. O decreto presidencial publicado no diário oficial da união com o objetivo de ampliar a conectividade e a efetiva fruição de serviços pela sociedade brasileira, especialmente para a população mais vulnerável. 


Dentro do blog da Colab também há outros exemplos de políticas públicas, no artigo sobre O Dia Internacional dos Povos Indígenas, que mostra algumas das políticas realizadas para essa grande parcela da sociedade e também de Boas Práticas na pandemia, voltada para crianças, um ótimo começo para entender na prática como elas são implementadas. 

Lívia Donadeli

Sobre o autor

Jornalista de formação, marketeira por imposição. Sempre em busca de pessoas que inspiram. Uma entusiasta por movimentos sociais.