100%
22.1.2020

Como progredir sem poluir?

Você acha possível alcançar o desenvolvimento sem poluir o meio ambiente? Neste artigo mostraremos seis ações que promovem o desenvolvimento sem prejudicar a natureza.

Todos os países, independentemente de seu tamanho ou cultura, enfrentam - ou já enfrentaram - o mesmo problema na busca pelo desenvolvimento: a poluição.

Na busca por crescimento, independência econômica e melhores estruturas, os esgotos, gases e resíduos, domésticos e industriais são lançados no meio ambiente sem tratamento adequado, contaminando matas, rios e o ar. No começo, os danos são pouco aparentes, mas a longo prazo eles se tornam fatais.

Atualmente, o Brasil é o sexto país que mais emite gases do efeito estufa e detentor da nona maior economia mundial

Nesse caso, existe uma grande questão: É possível desenvolver a economia de um país sem agredir o meio ambiente? 

Sim, é possível!

As possibilidades de manter o desenvolvimento de um país diminuindo a poluição e poupando recursos naturais são grandes e reais. Inclusive, isso se chama desenvolvimento sustentável e é uma das bandeiras das Nações Unidas. Para reverter essa situação, são necessárias algumas mudanças e a implantação de novos projetos e políticas públicas, que vamos te mostrar a seguir.

6 passos para um desenvolvimento sustentável

  1. Implantação de saneamento básico

Um dos grandes problemas de saúde pública no Brasil é o saneamento básico. Atualmente, 48% da população não possui coleta de esgoto, 35 milhões de pessoas não têm acesso à água tratada e somente 46% do esgoto é tratado. Todo esse quadro contribui para que a população adoeça e rios sejam poluídos a ponto de serem considerados mortos. Aumentando a rede de esgoto e criando estações de tratamento para os dejetos, além de melhorar as condições de vida da população, ajuda a preservar o meio ambiente e melhorar as condições climáticas.

  1. Tratamento de resíduos industriais

Tratar os resíduos industriais é essencial para proteger a natureza e evitar desastres ambientais. São necessárias legislações rígidas, ações de conscientização e constante fiscalização para que os resíduos da indústria sejam purificados antes de entrarem em contato com ar, solo e água.

  1. Transportes não poluentes

Outra ação que contribui para o desenvolvimento sustentável e preserva o meio ambiente é o investimento em transporte público de qualidade, incentivando a população a deixar seus automóveis em casa, e proporcionar estruturas para meios de transporte não poluentes, como bicicletas e patinetes elétricos, além de dar preferência a veículos movidos por combustíveis menos poluentes, como etanol ou energia elétrica. Além disso, novas formas de transporte devem ser exploradas, como as vias hídricas e novas linhas e estações de trens e metrôs, por exemplo. 

  1. Reciclagem

Reciclar os materiais, além de preservar os recursos naturais reutilizando matérias-primas, diminui consideravelmente o lixo gerado, aumentando a capacidade e a vida útil dos aterros sanitários. Além disso, o reaproveitamento desses materiais gera renda para milhares de pessoas e pode baratear custos em algumas áreas, como na construção civil. 

  1. Energia limpa

Por sua extensão, por ser um país rico em biomas e biodiversidade e por possuir a maior floresta tropical do mundo, o Brasil é privilegiado no desenvolvimento e produção de energias limpas. Nos últimos anos, a região nordeste do país tem literalmente usado o vento ao seu favor e investido em energia eólica. Já são centenas de usinas e parques eólicos instalados em diversos estados, além de painéis de captação de luz solar, que também estão presentes nas outras regiões do Brasil. Investir neste tipo de energia é fundamental para manter o desenvolvimento do país diminuindo a poluição gerada na produção.

  1. Preservação das florestas e reflorestamento

A preservação das florestas também é essencial para o desenvolvimento sustentável, já que as árvores são as grandes responsáveis por purificar o ar através da fotossíntese. Devemos proteger as florestas do desmatamento irregular, criando legislações mais rígidas e fiscalizando constantemente as regiões ameaçadas. Além disso, também é importante reflorestar áreas urbanas com a criação de parques e plantio de árvores em canteiros e áreas verdes.


Agora que você viu que é possível qualquer local se desenvolver sem prejudicar a natureza, como você acha que a cidade está em relação a isso? Compartilha com a gente respondendo a Consulta Cidades Sustentáveis da ONU-Habitat! Demora só uns minutinhos e faz uma diferença pra sua cidade que você nem imagina! Clique aqui e responda agora mesmo =)



Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

.

Ana Mendonça

Sobre o autor

Ana Mendonça é jornalista e gestora de políticas públicas. Defensora de uma linguagem simples na administração pública, acredita no poder do cidadão e no protagonismo do servidor.