100%
8.6.2020

Sexismo e o lugar de cada um na sociedade

Este artigo explica o que é sexismo, fala sobre sua influência na sociedade e como ele dita padrões à população.

As mulheres lutam há séculos para conseguir igualdade de gênero na sociedade. Elas conquistaram o direito ao voto, o direito de trabalhar (exercendo qualquer profissão) e estudar, de adquirir e herdar propriedades, entre muitas outras coisas. Mas até hoje não conseguiram se livrar de desigualdades e estereótipos. 

Homens também não estão completamente livres, principalmente os que não se encaixam em certos padrões e características. 

O mesmo acontece com pessoas que se identificam com outros gêneros, que são constantemente vítimas de preconceito e violência.  

O responsável por tudo isso é o sexismo e é sobre ele que vou falar hoje.

O que é

O sexismo é um ato de preconceito relativo ao sexo, que considera os gêneros superiores ou inferiores uns aos outros em determinados assuntos e áreas. 

Ele também determina usos e costumes que devem ser respeitados pelos sexos, que abrangem o comportamento em sociedade, o modo de vestir e, muitas vezes, pauta até as profissões.

Trata-se da forma de discriminar uma pessoa dependendo de seu sexo ou gênero. Por exemplo, se um homem se envolve com diversas mulheres ele é considerado um conquistador, algo que é visto como positivo. Porém, se uma mulher se relaciona com diversos homens ela é considerada impura, indigna.

O sexismo não é um comportamento exclusivo dos homens, muitas mulheres e homossexuais também agem desta forma, às vezes sem nem perceber.

Sabe aquela coisa de cor de menino e cor de menina, profissão de homem e de mulher, meninas devem ser delicadas e educadas, enquanto meninos precisam ser ativos e travessos, entre tantas outras coisas? Isso é sexismo.

Ele tende a colocar a mulher numa posição de fragilidade e submissão, o que dificulta que ela assuma uma posição de poder e de independência, se equiparando a qualquer homem. 


Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Sexismo é o mesmo que feminismo ou machismo?

Não. Enquanto o feminismo é a luta pela igualdade de direitos entre homens e mulheres e o machismo desqualifica a mulher, julgando-a um ser inferior ao homem, o sexismo reafirma a diferença entre os sexos, ditando padrões e comportamentos que devem ser seguidos de acordo com o gênero da pessoa.

Os benditos padrões

Vamos fazer um exercício? Pense em uma propaganda de cerveja e reflita: Como as mulheres estão vestidas? Como são retratadas? E os homens, estão vestidos como? O que eles estão conversando ou fazendo? Por que você acha que eles retratados de forma diferente?

Agora vamos analisar a nossa infância: Quais são os brinquedos destinados às meninas? E aos meninos? Qual é a cor das roupas e da decoração dos quartos?

Então, isto é sexismo. 

Ele é a principal causa da desigualdade de gênero na sociedade, das mulheres ganharem menos que os homens, da homofobia, entre tantas outras coisas injustas e criminosas.

Precisamos começar a pensar “fora da casinha” e reavaliar quais são os valores que realmente importam e merecem ser disseminados e repassados às próximas gerações.

O lugar do homem, da mulher, do ser humano é onde eles quiserem e se sentirem à vontade. 

Ana Mendonça

Sobre o autor

Ana Mendonça é jornalista e gestora de políticas públicas. Defensora de uma linguagem simples na administração pública, acredita no poder do cidadão e no protagonismo do servidor.