100%
29.3.2021

Um Caso de Colaboração: Volta às aulas em Niterói

Como melhorar a volta às aulas para alunos, pais e professores? Conheça a experiência de Niterói, que consultou a população sobre o assunto.

O ano de 2021 começou, mas a população ainda enfrenta o mesmo inimigo do ano anterior: o coronavírus. Para os professores, segue o desafio de ministrar aulas à distância e para os pais e alunos, o de ter infraestrutura em casa para que possam continuar estudando.

A Secretaria da Educação de Niterói, liderada por Vinicius Wu, resolveu consultar a população para o retorno das aulas neste ano lançando uma consulta pública para que os professores e pais da rede municipal de ensino pudessem opinar.

Com as respostas recolhidas, a Secretaria de Educação pode mapear problemas e dificuldades enfrentados no último ano e buscar soluções para minimizá-los neste ano.

Confira o caso de colaboração que resultou no plano de retomada das aulas em Niterói!

As reais condições da população

A cidade de Niterói é uma das mais colaborativas do país e só para esse ano está realizando nove consultas públicas, tudo para compreender as reais condições e percepções da população e identificar oportunidades para ajudá-la.

A consulta pública sobre a retomada das aulas foi realizada por meio do aplicativo Colab e as respostas dos voluntários são confidenciais.

A maioria dos respondentes são mulheres responsáveis por um aluno cursando o fundamental na rede municipal de ensino.

Para acessar a internet, 58% responderam que utilizam a internet por cabo (contrato para a casa toda). Os que não usam internet em casa responderam que o valor é o principal empecilho (57.8%).

Geralmente, as famílias usam a internet pelo celular (65.4%), seguido pelo notebook (11.2%) e seus principais acessos na rede são páginas da internet (23.6%), Facebook e WhatsApp (23.2%) e pesquisas no Google, Bing ou Yahoo (16.2%).

As atividades que os pais mais realizaram com seus filhos em casa foram as tarefas escolares (27%), assistir vídeos (18.9%) e ouvir música (16.6%). Durante as aulas, as crianças tiram dúvidas com os pais, mães ou responsáveis (44.1%).

Aqui no Colab adoramos inovar na gestão pública!

Por isso, disponibilizamos alguns conteúdos mais completos que falam sobre gestão pública. Deixe o seu melhor e-mail para recebê-los!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.

Como essas informações ajudam a volta às aulas em Niterói?

Para o Secretário de Educação, Vinicius Wu, o diálogo e a transparência nas ações são pontos fundamentais nas decisões da secretaria.

Por isso, ouvir a opinião de mães, pais e responsáveis dos alunos sobre os impactos da pandemia na realidade das famílias e no desenvolvimento pedagógico das crianças e adolescentes auxiliará no planejamento deste ano letivo.

“Os dados serão fundamentais para o aperfeiçoamento das ações previstas em nosso plano de retomada das aulas e a opinião dos responsáveis não poderia, jamais, deixar de ser levada em consideração. Tivemos um alcance muito significativo de nossa rede, cerca de 25% dos alunos, o que reforça a confiança em nossas decisões e em nosso processo democrático de gestão”, afirmou o secretário.

Com a colaboração dos voluntários e as informações obtidas, a Secretaria de Educação poderá investir em soluções e novos jeitos de aprender que auxiliem os professores, pais e, sobretudo, os alunos que estão longe das salas de aula há tanto tempo.

Nat Almeida

Sobre o autor

Publicitária metida a escritora que gosta de falar sobre criatividade na gestão pública e é uma grande amante dos pães de queijo.