23/11/2022
Governo

Transformação digital em governos: contexto, boas práticas e case de sucesso.

A transformação digital já está acontecendo e a pandemia acelerou a digitalização dos serviços públicos. Por isso, nós separamos boas práticas para te auxiliar na digitalização de governos. Confira!

A transformação digital não é mais uma opção ou um hype do momento, e sim uma obrigatoriedade para os governos. 

Essa transformação digital já está acontecendo  e se estabelece como um elemento chave no desenvolvimento de cidades melhores,  o que significa gestões mais tecnológicas, inovadoras e sustentáveis.

Especialistas no tema reconhecem que a pandemia acelerou a digitalização dos serviços e que os governos não ficaram de lado neste cenário. 

Segundo artigo publicado no GOV.BR, o Governo Federal avançou na transformação digital nos últimos anos. Hoje, 84% dos 4,8 mil serviços públicos oferecidos pelo Governo Federal são digitais.

Digitalizar um grande volume de serviços tornou mais fácil a compreensão das necessidades e dores cidadãs, gerando ações mais efetivas e transparentes, melhorando a qualidade do serviço prestado, otimizando tempo e recursos financeiros. De acordo com artigo da Agência Brasil, escrito por Roberto Camargo, digitalizar serviços não gera mais gastos, mas sim economia, nesse sentido, é calculado uma economia total de R$ 4,6 bilhões de reais. 

Transformação digital: como digitalizar governos? 

Agora, muito se fala sobre a importância de uma gestão pública mais digital, mas você sabe como digitalizar governos? 

Com base no artigo “Digitalização de Governos: benefícios e desafios” do DSTEC, conheça boas práticas para uma digitalização de governo de sucesso!  

1 - Governo digitais focam na experiência do usuário 

O foco na experiência do usuário é algo já consolidado no meio digital para o setor privado, fator que eleva as expectativas cidadãs quanto aos serviços digitais prestados pelo setor público. 

Ao comprometer-se com a entrega de qualidade para o usuário, você atende às expectativas cidadãs e aumenta o nível de confiança nos serviços públicos digitais. 

Ponto importante: os feedbacks dos usuários estão expostos nos canais digitais, o que possibilita aos governos definirem ações, corrigirem erros, otimizar serviços e recursos com base em dados reais. 

2 - Governo digitais focam na geração de valor

A digitalização de serviços públicos não é o suficiente para caracterizar um governo como governo digital, é necessário atualizar os modelos estabelecidos.

Utilize tecnologia para promoção de soluções mais inovadores e que gerem benefícios reais para os contribuintes, como: agilidade, comodidade, economia de tempo, transparência e uso inteligente de recursos financeiros. 

3 - Governo digitais focam na privacidade e cibersegurança

O cidadão está ciente do seu direito à privacidade e, além da preocupação com a forma como seus dados são utilizados, também se preocupa com a possibilidade dos governos e órgãos públicos sofrerem ciberataques. 

A utilização de sistemas de gerenciamento de informações confiáveis é uma forma do governo cumprir o seu papel de viabilizar um ambiente digital seguro para os usuários de seus serviços. 

E aí, pronto para transformar a sua gestão? Conheça 7 pontos sobre governo digital para sua cidade e 4 cases de serviços digitais para inspirar a sua gestão

Transformação digital em governos: Estônia, um case de sucesso!

A Estônia é um país localizado no nordeste da Europa que, de acordo com um levantamento do Startup Estônia, acumula o maior número de unicórnios per capita da Europa, atraindo empreendedores de todas as partes do mundo. 

Um laboratório de estudo para gestores públicos, a Estônia é o país mais digital do mundo. Nele, 99% dos serviços públicos são disponibilizados pela internet, exceto por casamentos, divórcios e transferências de imóveis. 

A identificação digital é efetuada por meio da autenticação em dois fatores e criptografia de ponta a ponta, garantindo segurança à população estoniana. Além disso, é possível votar online e remotamente nas eleições através da tecnologia blockchain, que identifica qual cidadão votou, mas não o candidato que foi escolhido. 

Transformar a função do estado e digitalizar a confiança em um cenário onde, na maior parte dos países, as pessoas não confiam em governos e os governos não confiam em pessoas, é o que faz da Estônia uma referência para todos os governos que desejam adotar uma gestão digital e confiável. 

Como dito anteriormente, a transformação digital já está acontecendo e a Estônia não é o único governo digital do mundo para se ter como referência. Clique aqui para conhecer 7 países onde a digitalização de serviços públicos é uma realidade.

Você quer um governo digital?

Acompanhe a série "Governo Digital: Expandindo Limites" e descubra como transformar o setor público.

Inscreva-se para receber nossa newsletter e saber mais sobre governos.

Inscrição enviada com sucesso. Obrigada!
Oops! Algo deu errado no seu formulário!
Transformação digital em governos: contexto, boas práticas e case de sucesso.

Nathan Haluch

Acadêmico de Publicidade e Propaganda, estagiário de Marketing no Colab e apaixonado por comunicação social. Respiro revisão e produção de conteúdo aqui no Colab, mas também me amarro em séries e jogos eletrônicos.